Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Saúde prorroga habilitação de 58 leitos no Piauí e no Rio Grande do Sul

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Sexta, 02 de Outubro de 2020, 17h55 | Última atualização em Sexta, 02 de Outubro de 2020, 17h55

Para o funcionamento das unidades por mais 30 dias, a pasta destinou recurso de R$ 2,7 milhões, a ser pago em parcela única

Para melhor atender os brasileiros e salvar vidas, o Ministério da Saúde prorrogou por 30 dias a habilitação de 58 leitos exclusivos para o tratamento de pacientes com Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS). Desse total, 53 leitos estão em Teresina, capital do Piauí, e cinco leitos estão em São Leopoldo, município do Rio Grande do Sul. A medida foi publicada nesta sexta-feira, 2 de outubro, em portaria do Diário Oficial da União.

Para prorrogação dos leitos, a pasta destinou R$ 2,7 milhões, a serem pagos em parcela única. O valor é para que estados e municípios façam o custeio por mais 30 dias, a depender da situação de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19.

A pasta tem investido o dobro do valor habitual destinado a habilitação de leitos de UTI. Saindo de R$ 800 para R$ 1.600, em parcela única. O valor é pago aos gestores dos estados e municípios antes mesmo da ocupação da unidade intensiva.

O Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para a transferência do recurso aos fundos municipais de saúde. O período de trinta dias será contato a partir da expiração dos 90 dias das habilitações dos leitos.

LEITOS NO BRASIL

Até o momento, o Ministério da Saúde habilitou 13.972 leitos de UTI exclusivos para o tratamento de pacientes com Covid-19, com investimento de R$ 2 bilhões.

Apesar de estados e municípios terem autonomia para criar e habilitar os leitos necessários, o Ministério da Saúde, em decorrência do atual cenário de emergência, tem apoiado as secretarias estaduais e municipais e investido em ações, serviços e infraestrutura para o enfrentamento da doença.

Além disso, o Ministério da Saúde já destinou aos 26 estados e o Distrito Federal R$ 87,4 bilhões, sendo que desse total foram R$ 60,4 bilhões para serviços de rotina do SUS, e outros R$ 27 bilhões para a Covid-19. A Pasta também vem apoiando os estados e municípios na compra e entrega de equipamentos para o enfrentamento da pandemia. As medidas fortalecem o Sistema Único de Saúde (SUS) e leva atendimento para a população em todo o país.

Larissa Lima, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3587 / 3580

Assunto(s):
Fim do conteúdo da página