Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Rotavírus

Tratamento

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quinta, 27 de Março de 2014, 15h30 | Última atualização em Quinta, 26 de Outubro de 2017, 11h07

O tratamento da doença diarreica aguda consiste em quatro medidas:

  • Correção da desidratação e do desequilíbrio eletrolítico (Planos A, B ou C)
  • Combate à desnutrição
  • Uso adequado de medicamentos
  • Prevenção das complicações

A avaliação do estado de hidratação do paciente com diarreia aguda independente da idade deverá seguir o cartaz “Manejo do Paciente com Diarreia” (disponível no item apresentação de DDA), do Ministério da Saúde, que orienta a escolha do tratamento de acordo com o grau de desidratação apresentado.

Manejo do paciente com Diarreia

Medicamentos contraindicados na diarreia aguda:

ANTIEMÉTICOS

(Metoclopramida, Clorpromazina, etc.).

Podem provocar manifestações extrapiramidais, depressão do sistema nervoso central e distensão abdominal. Podem dificultar ou impedir a ingestão do soro oral.

ANTIESPASMÓDICOS

(Elixir paregórico, Atropínicos, Loperamida, Difenoxilato, etc.).

Inibem o peristaltismo intestinal, facilitando a proliferação de germes e, por conseguinte, o prolongamento do quadro diarreico. Podem levar à falsa impressão de melhora.

ADSTRINGENTES

(Caolin-pectina, Carvão ativado, etc.)

Têm apenas efeitos cosméticos sobre as fezes, aumentando a consistência do bolo fecal, além de expoliar sódio e potássio.

ANTIPIRÉTICOS

(Dipirona, etc.).

Podem produzir sedação, prejudicando a tomada do soro oral.

LACTOBACILOS, etc.

Não há evidência de sua eficácia, apenas onera o tratamento.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página